FLORÂNIA (RN): ENGAJAMENTO LOCAL, APROPRIAÇÃO DE TRAJETÓRIA E IDENTIFICAÇÃO DO POTENCIAL TURÍSTICO

APA BALEIA/SAHY – DEFININDO PRIORIDADES PARA IMPLEMENTAÇÃO DO TURISMO SUSTENTÁVEL, EM UMA INICIATIVA DE GESTÃO COMPARTILHADA
4 de abril de 2022
Exibir todos

FLORÂNIA (RN): ENGAJAMENTO LOCAL, APROPRIAÇÃO DE TRAJETÓRIA E IDENTIFICAÇÃO DO POTENCIAL TURÍSTICO

Localizada no sertão nordestino do Rio Grande do Norte, a história do município de Florânia está diretamente relacionada à expansão do ciclo do gado, vivenciado por imigrantes portugueses a partir do século XVII, e  também à construção de uma capela para São Sebastião, promessa feita por Atanásio Fernandes, caso o santo  livrasse a cidade da epidemia de cólera ocorrida em 1856.  

Segundo o portal Natal RN, o desenvolvimento do município centenário é marcado pela influência étnico-cultural de imigrantes italianos, judeus cristãos-novos, africanos e portugueses. Florânia apresenta rico patrimônio histórico-religioso, como a cruz do mártir José Leão, o Monte de Nossa Senhora das Graças, a Igreja Matriz de São Sebastião, o Mirante do Cajueiro (atrativo natural), Cachoeiras dos Tanques e a árvore Pau do Oco. 

Também podem-se encontrar vestígios do homem da pré-história (pinturas rupestres do Capim Açu e da Chã Preta) e achados cerâmicos dos povos indígenas Tupis, que habitavam a região antes da colonização. É válido destacar que o município está localizado ao lado  do Geoparque do Seridó (Geoparque aspirante pela UNESCO). 

O DESAFIO: COMO ENGAJAR OS ATORES DO TURISMO? 

Josimar Tavares de Medeiros, coordenador de turismo do município, fez a solicitação do atendimento à Iniciativa Sábados Azuis. O vereador, turismólogo e membro do COMTUR, Rosivan de Medeiros, também participou do atendimento.

A equipe de voluntários da Iniciativa Sábados Azuis foi composta pela especialista Natália Cordeiro, consultora  em turismo e gerente de hospitalidade, e pelos monitores João Pedro Aguila Capelo  e Katia Rodrigues dos Anjos, ambos graduandos em Turismo pela Universidade de São Paulo, além de um representante do Núcleo Gestor da Iniciativa, João Mauro Carrillo, guia, consultor e facilitador de atividades em turismo e meio ambiente. 

O principal desafio trazido por Josimar foi sobre engajamento, pois relatou a falta de envolvimento da comunidade para vislumbrar o turismo como agente transformador econômico, principalmente para investidores, empreendedores e setor terciário. Ademais, informou que os atrativos  do município careciam de visibilidade por parte desses atores, o que evidenciava a necessidade de manutenção dos valores históricos, sociais e culturais da localidade.

PENSANDO EM CONJUNTO: O ANDAMENTO DAS MENTORIAS

A especialista Natália Cordeiro e o representante do Núcleo Gestor, João Carrillo, procuraram compreender as necessidades do município. Ao longo da primeira conversa, buscou-se entender quais polos/circuitos regionais existentes eram oportunidades para  Florânia, pois a demanda turística poderia ser captada pelo município. Além deste mapeamento, a atividade da reunião focou em identificar os  principais envolvidos com o turismo regional e interno,  detalhando oportunidades e dificuldades de trabalho com esses grupos.

O  segundo encontro  contou  com a apresentação  da atividade  solicitada  e o relato marcante sobre a falta de adesão dos setores público e privado na tomada de decisões que estimulem o turismo. Contudo, uma sugestão feita durante o encontro foi sobre o método de trabalho. A proposta seria trabalhar em projetos menores, com os atores identificados na atividade anterior, o que poderia incentivar maior participação e manutenção das relações entre floranienses e seus vizinhos. Considerando o cenário de planejamento, se faz necessário aproximar, ouvir as necessidades e expectativas da comunidade e trade, além de envolvê-los ao longo de todo o processo, já que são os principais beneficiários do planejamento turístico.

Próximo ao término do atendimento, notou-se que o problema apresentado no início dos encontros não era o principal, nem o mais importante a ser trabalhado. A partir desse ponto, uma nova reflexão predominou: como estão sempre propondo e executando projetos para fomento do turismo, porque não registrar esses feitos para mostrar, aos grupos envolvidos, o motivo pelo  qual o turismo possa ser uma opção viável para o desenvolvimento local? 

Para isso, seria necessária a construção e compartilhamento de um material que recapitulasse todas as ações realizadas até o momento, como o “Flores para Florânia” – ação em que cada família cultiva flores nas portas de suas casas, como forma de embelezar a cidade; “corredor de Ipês” ou “Florânia no meu tempo” – roda de prosa com os idosos do município, em que contam histórias e memórias de vida na cidade, por exemplo. Por  meio  dessa reflexão, os munícipes reconheceram-se importantes e construtores da história do turismo floraniense. 

Compreendendo o ponto de quem são e o que estavam desenvolvendo, os floranienses conseguiram apontar os potenciais segmentos de turismo para a localidade. Assim, com a finalidade de compreender melhor o cenário da oferta, a especialista Natália apresentou a metodologia de “Desenho holístico do Turismo”. 

Exemplo de desenho holístico – Elaborado por Natália Cordeiro (2021)

LEGENDA:

  • Nível 1 – Coração do produto / Experiência Central – Motivações e desejos da demanda e posicionamento da cidade. 
  • Nível 2 – Produto esperado pelo cliente – atividades e serviços diretamente ligados ao produto central (bares e restaurantes, pousadas, procissão e festas da padroeira);
  • Nível 3  – Produto de suporte / atividades e serviços extras. Tudo o que ajuda a agregar valor e diferenciar o produto principal em termo de qualidade, custo x benefício (ex: natureza e cachoeiras, arquitetura italiana etc);
  • Nível 4 – Produto aumentado / integração – Modelos de acesso, acessibilidade, de comunicação, integração com os consumidores, entre prestadores de serviço, turistas e locais, integração geral.

A  aplicação da metodologia teve como objetivo subsidiar a discussão e trabalho dos atores locais a respeito do desenho de produtos e, especialmente, do produto principal de Florânia, relacionado ao Turismo Religioso. Apresentou ainda o “Quadro de desenho holístico” que teve o intuito de elencar prioridades para elaborar um plano de ação no curto e médio prazo. No longo prazo, deseja-se  expandir a oferta do município. Vide instruções na imagem.

Matriz de detalhamento e Plano de Ação – Elaborado por Natália Cordeiro (2021)

A especialista explicou os elementos que compõem cada parte da metodologia, e sugeriu que Josimar e Rosivan fizessem uma reunião com COMTUR (e interessados) para completar o desenho holístico e detalhar os pontos levantados anteriormente. 

Além disso, a equipe voluntária incluiu uma série de dicas para os mentorados, quando  fossem trabalhar em conjunto:

– Colocar-se na posição do turista, procurando entender suas necessidades, como irão acessar os atrativos etc.;

– Não é necessário esperar o produto ficar perfeito. Após lançado, podem acompanhá-lo, captar feedbacks e etc.;

– Compreender como territórios de turismo  religioso promovem suas atividades e se inspirar nessas ideias e;

– Ter clara a diferença entre Turismo de Fé (ligado à religião)  e Turismo Religioso Cultural (que pode ser mais ampliado e pode envolver até outras religiões).

Por  fim, a equipe sugeriu novas recomendações que integrassem todo o conhecimento gerado até aquele momento, como a identificação dos atores, compreensão de suas “dores”; reconhecimento e registro de todo o trabalho/resultados já realizados e obtidos no município em prol do turismo;  formas de registro e divulgação das ações; além de ideias para as próximas festividades – como a criação de um calendário de eventos para sintetizar tudo o que acontece no município. 

Além disso, a partir da Festa de Nossa Senhora das Graças, foi sugerido que o município pudesse combinar comemorações menores com outras atrações, como feiras, por exemplo. Por fim, houve  ênfase na  realização de pesquisas de demanda, satisfação e motivação, pois são importantes para compreender as características dos turistas e, assim, fortalecer cada vez mais os conhecimentos e informações que possam subsidiar os processos de planejamento e gestão participativa, sustentável e integrada do turismo local.

3° mentoria para Florânia/RN – Esquerda para direita: Natália Cordeiro (especialista); Josimar Tavares (coordenador de turismo), Rosivan Medeiros (vereador, membro do COMTUR, turismólogo), Katia Anjos e João Capelo (monitores) e João Mauro (Núcleo do Sábados Azuis) – Fonte: Google Meet, 2021 (captura de tela).

RESULTADOS 

A experiência em Florânia deixa como aprendizados:

  • Nas capacitações e reuniões, é importante saber do público (no caso empresários) quais são as temáticas com as quais gostariam de trabalhar  –  compreendendo suas  necessidades, o  caminho  para engajarem na busca por soluções  torna-se mais viável; 
  • As ações  devem  ser registradas, mensuradas e compartilhadas –  com intuito  de mostrar progresso.  

E RESOLUÇÕES

  • Criação de uma Secretaria do Turismo;
  • Roteiro de turismo religioso no Seridó – grupo a ser formado em parcerias com universidades;
  • Redes Sociais – criação um cronograma e levantamento de conteúdo para alimentar as redes sociais como forma de registrar o andamento dos projetos para área;
  • Inventário de Turismo – farão sua atualização em parceria com a Empresa Jr INOVATUR e;
  • Parcerias e treinamentos – buscarão capacitações para os bares, restaurantes e empreendimentos turísticos, por meio do  SEBRAE.

Com isso, a demanda evoluiu de “o que posso fazer para acreditarem no turismo?”, para “reconhecimento da nossa história”, “apropriação de nossas ações” e “descoberta de potenciais”. 

.

FONTES DE PESQUISA

COISAS DE FLORÂNIA. Categoria: FLORÂNIA – História, Geografia e Aspectos Políticos-Culturais. 27 de dezembro de 2018. Disponível em: <https://coisasdeflorania.wordpress.com/category/florania-historia-geografia-e-aspectos-politicos-culturais/>.      

FELIPO. Portal Natal RN. Florânia RN. 23 de março de 2020. Disponível em: <https://natalrn.com.br/florania-rn/#:~:text=Conhecendo%20Flor%C3%A2nia%20RN&text=Tem%20um%20rico%20patrim%C3%B4nio%20hist%C3%B3rico,a%20%C3%A1rvore%20Pau%20do%20Oco>. 

GEOPARQUE SERIDÓ: <http://geoparqueserido.com.br/>.

PREFEITURA DE FLORÂNIA: <https://www.florania.rn.gov.br/#/municipio>.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *